VISITE

Coleção Visitável da Matriz de Lagoa

Serviço Pastoral de Apoio a Pessoas Surdas

Escuta

Newsletter

Núcleo Paroquial da Cáritas

Missão

A Cáritas dos Açores é a expressão da ação misericordiosa da comunidade cristã em favor dos mais desfavorecidos e marginalizados da sociedade. Procura, à luz do Evangelho:

– Prevenir e combater a exclusão social e a pobreza;

– Acolher, respeitar, compreender, ajudar e promover o mais próximo;

– Agir em situações de emergência social ou catástrofe;

– Animar a pastoral social.

Num espírito de comunhão fraterna, a Cáritas dos Açores trabalha com todas as Cáritas de ilha. Por isso, reconhecemos o princípio de autonomia local e procuramos desenvolver o espírito de unidade e realizar, de forma integrada, a nossa missão comum.

 

Valores

Cooperação

Solidariedade

Proximidade

Sustentabilidade

Oportunidades

Desenvolvimento

Profissionalismo

 

Visão

A Cáritas dos Açores segundo as orientações da Caritas Internationalis, compromete-se com um mundo que seja o reflexo do Reino de Deus, onde prevaleça a justiça, a paz, a liberdade e a solidariedade ao serviço da dignidade humana; um mundo onde não exista exclusão, discriminação, nem uma pobreza que desumaniza; um mundo onde os bens da Terra sejam partilhados entre todos, onde se respeita e salvaguarda toda a criação para o bem-comum das gerações futuras; um mundo em que todas as pessoas, sobretudo as mais pobres, marginalizadas e oprimidas, tenham esperança e se sintam habilitadas a atingir a plenitude da sua humanidade, para edificar “uma só família humana”.

 

A Cáritas dos Açores, apesar das particularidades de cada de cada ilha, pretende cada vez mais:

– Trabalhar de mãos dadas para a construção de um mundo mais humano e mais justo, sem discriminações;

– Promover o Ser Humano integralmente, garantindo uma plena inclusão e autonomia social, apostando, não só no apoio imediato, mas também na prevenção, na capacitação, na intervenção familiar, multidimensional e de proximidade;

– Cooperar em rede com todas as organizações socio-caritativas da Igreja, para que em conjunto desenvolvam uma imagem coerente de opção pelos mais vulneráveis, aprofundando critérios comuns de atuação e de colaboração com outros agentes de ação social;

– Ser proactiva em consciencializar a população açoriana sobre a realidade da pobreza e da exclusão, sobre as suas causas, assumindo uma consciência crítica, de denúncia e participação social na mudança das estruturas e no auxílio direto aos mais fragilizados, agindo com sobriedade, na edificação de um mundo melhor.

 

Periodicidade: 

Reunião: 

LITURGIA DO DIA

PAPA FRANCISCO

NOTÍCIAS ECCLESIA